Acesse o novo site

Em 31/05/2019 08:06, Categoria: Ação Social e Habitação, Desenvolvimento Econômico

Programa Escola do Fazer promove capacitação profissional


Texto e foto: Franciele Moraes

Aula inaugural do Programa Escola do Fazer ocorreu no dia 30 de maio, na Casa da Cultura Athos Branco, em Lagoa Vermelha. O Programa é uma promoção da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Secretaria Municipal de Ação Social e Habitação (SMASH), Cras, Emater e Senac. O objetivo do Programa é promover qualificação profissional, por meio de cursos de curta duração, voltados prioritariamente à população estudantil e pessoas já egressas do sistema de ensino. Ao longo do evento, o grupo musical da Apae fez uma apresentação sob orientação do professor de música, Diekson Biazus.

Um dos inscritos no curso de atendente de farmácia, Leonardo Ferreira (17), conta que deseja adquirir novas experiências, e os cursos oferecidos geram uma maior amplitude para o mercado de trabalho. Outro inscrito no curso, Huann Barreto (16), relata que já teve a experiência de participar no ano de 2018 no Programa Escola do Fazer, no curso de fotografia, e que essa vivência foi positiva. “O trabalho é muito bem feito. Ano passado foi muito bom, e esse ano também vai ser”, declara.

O Programa possibilita esperanças para quem necessita de uma inserção no mercado de trabalho.  Segundo Saionara Barros (21), que também se inscreveu no curso de atendente de farmácia, as palavras do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Paulo Salvador, lhe motivaram a acreditar num futuro melhor. “ As palavras do secretário me motivaram muito, porque como ele disse, com a minha dedicação, posso ir longe”, comenta.

Os cursos de atendente de farmácia, cuidador de idosos, eletricista, jardinagem, informática, secretaria do lar, já estão com a vagas preenchidas. Já os cursos de telemarketing, atendimento ao cliente, recepcionista, informática, instalação e manutenção de computador, designer, desenvolvimento de aplicativos, estarão com vagas abertas, a partir da segunda-feira, dia 3 de junho, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30 no (CRAS). Para fazer as inscrições basta levar o RG, CPF, certidão de nascimento e casamento, e preferencialmente comprovantes do Cadastro Único e Bolsa Família.

Valorizando o empreendedorismo

O prefeito municipal, Gustavo Bonotto, avalia que é preciso valorizar o empreendedorismo e inciativas que existem em Lagoa Vermelha. Ele destaca alguns exemplos de geração de economia que o município apresenta, como o polo moveleiro, e as indústrias do setor metalúrgico, têxtil e alimentício. Entretanto, o prefeito analisa que ainda existem vários desafios, como a geração de emprego e renda, que não é exclusividade do Município. “Nós passamos por um momento muito difícil em nossa nação, mas não podemos cruzar os braços. É preciso arregaçar as mangas e trabalhar por aquilo que acreditamos”, aponta.

Gustavo manifesta que foi surpreendido pela aceitação do Programa Escola do Fazer, que teve sua primeira edição no ano de 2018. “ Começamos com os parceiros Senac e SENAI, e agora ampliamos o nosso leque de cursos oferecidos. Dentro da expectativa do poder público, damos um passo em direção àquilo que nossa comunidade precisa, que é a renda, emprego, sustento da família e busca de um sonho”, diz. O prefeito complementa que enquanto mais ampliação os cursos tiverem para a comunidade, maior será a aproximação ao empreendedorismo. Dessa forma, encontrando oportunidades onde há dificuldades.

Transformando vidas

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Paulo Salvador, expõe que houve uma pesquisa em conjunto a entidades, empresários e sindicatos, assim, selecionando quais cursos ajudariam as pessoas a obterem um emprego rápido e ajudar na fonte de renda. João Paulo cita como exemplos, um ex-aluno do Programa Escola do Fazer, que se tornou estagiário da Prefeitura Municipal de Lagoa Vermelha, e também, o caso de outro ex-aluno, que está atualmente trabalhando no INSS.   

A coordenadora do Cras, Genair Dutra diz que este momento é muito importante, pois considera o Programa Escola do Fazer, especial. “Acreditamos muito nas potencialidades de cada um. A ação é um ato de transformação de realidades das famílias. Este é o papel do Serviço Social, oferecendo oportunidades”, esclarece.

Segundo o chefe de escritório da Emater, Josmar Veloso, a busca por conhecimento é primordial. “Estamos num constante aprendizado, sempre que possível temos que ir atrás de conhecimentos”, explica. A diretora do SENAC Lisiane Martins, declara que além da qualificação profissional, é buscado a transformação de vidas. E que devido a isso, é um motivo de orgulho ao Senac e Lagoa Vermelha.



Publicado por: Assessoria de Imprensa
Esta notícia foi visualizada 158 vez(es).