Em 09/08/2017 04:13, Categoria: Agricultura e Meio Ambiente

Prorrogação não será aplicada nas normas para fabricar e comercializar linguiça campeira


O Serviço de Inspeção Municipal, através do Secretário Municipal da Agricultura e Meio Ambiente – Eder Manfron Piardi, informa aos fabricantes e comerciantes de linguiça de carne bovina – “linguiça campeira”, que os mesmos devem se enquadrar nas exigências e normas do Serviço de Inspeção Municipal, assim como ter a planta da sala de fabricação aprovada pelo registro.

As normativas do Serviço de Inspeção Municipal são independentes da portaria da Secretaria do Estado da Saúde N°66/2017, que regulamenta os açougues para se enquadrarem em tipo AI e tipo AII, como também independe da portaria que prorrogou o prazo daquela por um ano. Portanto, a prorrogação não será aplicada nas normas do Serviço de Inspeção Municipal para fabricar e comercializar “linguiça campeira”.

Para maiores informações, basta entrar em contato com o Serviço de Inspeção Municipal pelo telefone 3358-9112 ou se dirigir a Prefeitura Municipal na Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente.

 

 



Publicado por: Assessoria de Imprensa
Esta notícia foi visualizada 71 vez(es).